A Philips e a Green Sense Farms inauguraram uma nova era na agricultura em interiores com "receitas de luz" LED que ajudam a otimizar o rendimento e a qualidade das colheitas

Maio 9, 2014

Somerset, NJ – A Royal Philips (NYSE: PHG AEX: PHIA), o líder mundial em iluminação, tem uma parceria com a Green Sense Farms (GSF), um cultivador comercial da área de Chicago, para desenvolver uma das maiores fazendas comerciais em interiores, utilizando luzes de crescimento LED que se ajustam aos seus cultivos específicos. Este inovador modelo de agricultura permite recolher de 20 a 25 colheitas por ano, ao utilizar "receitas de luz" na sua produção, e gastando um 85% menos de energia. O resultado vai ser um aumento da produção agrícola e uma redução dos custos operacionais, ao mesmo tempo  que se  proporcionam aos consumidores, vegetais frescos, cultivados localmente, durante o ano todo.

 

As Nações Unidas predizem que a população mundial alcançará os 2,5 bilhões de pessoas em 2050, e 80% da população mundial viverá em cidades. Ao mesmo tempo, 80% das terras adequadas para o cultivo de alimentos estão a ser utilizadas. Além disso, as extremas condições climáticas têm devastado cultivos por todo o mundo, fizeram aumentar os preços dos alimentos, e como os consumidores são mais conscientes da forma em que estes se produzem, está a ser cada vez mais difícil para os agricultores manter o crescimento urbano. Isto leva a inovar em novas tecnologias de cultivos que permitem as plantas crescer sem luz solar em ambientes fechados, perto ou dentro das cidades.

 

A sensibilidade à luz das plantas é muito diferente da sensibilida do olho humano. As plantas usam certos comprimentos de onda de luz mais eficientemente e respondem de forma diferente a diferentes conjuntos de comprimentos de onda. A Philips tem conhecimento de que este fenómeno está ativo na horticultura de iluminação desde 1936, mas a vinda da tecnologia LED permitiu o ótimo ajuste das receitas de luz, feitas à medida, para as necessidades dos específicos cultivos. O trabalho conjunto com institutos de investigação, universidades, agricultores e sócios, como o Hort Americas, quem sustenta as instalações do projeto da GSF, permite a Philips coubrirr as necessidades únicas dos agricultores. Como as LEDs funcionam a temperaturas mais frescas podem ser colocadas perto das plantas numa posição em ótima, de forma a garantir uma iluminação completa e uniforme da planta.

 

"Diferentes tipos de planta têm diferentes necessidades luminosas. A Philips está a construir uma base de datos de "receitas de luz" para diferentes variedades de plantas, graças ao trabalho em conjunto com agricultores com visão de futuro, como a GSF", diz Udo van Slooten, o Diretor de iluminação horticultural da Philips. "A GSF está a utilizar tecnologia hidropônica vertical com as luzes de crescimento LED da Philips, fazendo possível aquilo que nenhum agricultor pode fazer: fornecer uma grande quantidade de produção de qualidade, durante o ano todo. Como líder em iluminação, é importante para nós, utilizar a luz de forma inovadora para servir as comunidades onde vivemos, trabalhamos e jogamos".

 

A GSF investiu milhões de dólares para renovar e equipar um área de cultivo em interiores  dum milhão de pés cúbicos; consiste em catorze torres de cultivo de 25 pés de alto, em dois espaços de cultivo com clima controlado. Usam as soluções LED de energia eficiente da Philips, ajustadas às suas colheitas. Este método também eliminou o uso de pesticidas prejudicais, fertilizantes e conservantes. O resultado foi uma produção cultivada organicamente e praticamente livre de químicos. 

 

"Através dos nossos esforços conjuntos com a Philips, em pesquisa e desenvolvimento, continuámos a inovar e perfeccionar a iluminação LED para sistemas de cultivo em interiores. Podemos maximizar a fotossíntese das plantas, além de minimizar o uso de energia para que os mais deliciosos e nutritivos vegetais cresçam duma maneira sustentável," diz Robert Colangelo, o agricultor fundador e presidente da Green Sense Farms. "Ao cultivar as nossas colheitas verticalmente, somos capazes de empacotar mais plantas por acre do que teríamos em um campo de cultivo, conseguindo mais colheitas por ano. Produzimos poucos resíduos, não utilizamos uma agricultura eliminatória, e minimizamos a emissão de gases de efeito estufa, já que os alimentos são produzidos onde são consumidos."

 

A visão da GSF é construir fazendas e instituições, como campus universitários, complexos hospitalares e bases militares que possam atender grandes populações de trabalhadores, e assim reduzir as milhas de viagem da comida e melhorar o frescor da mesma.

Para mais informações:

Philips Ibérica
Ángeles Barrios
Diretora de Comunicação e RSC
+34 91 566 90 40
angeles.barrios@philips.com
 
Philips Ibérica
Jordi Manrique
Responsavel projetos comunicação Iluminação
+34 91 566 93 06
jordi.manrique@philips.com

 

Philips Ibérica
Beatriz Jiménez
Responsavel projetos comunicação Saúde
+34 91 566 91 86
beatriz.jimenez@philips.com 

.

Royal Philips Electronics

A Royal Philips (NYSE: PHG, AEX: PHI) é uma empresa cujas atividades cobrem todos os aspetos de Cuidado de Saúde e Bem-estar, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas através das inovações nas áreas de Consumo e Estilo de Vida, Cuidado da Saúde e Iluminação. Com sede na Holanda, a Philips tem um volume de negócios de 23.300 milhões de euros em 2013 e emprega aproximadamente 112.000 funcionários em mais de 100 países.
A companhia é líder global em cuidados críticos e problemas cardíacos, telemonitorização, em soluções para iluminação baseada na eficiência energética e novas aplicações de iluminação, bem como uma sólida posição de liderança no barbear, cuidado masculino e saúde oral. Para conhecer as últimas notícias sobre a Philips consulte o site: www.philips.pt

.