Mais marcas de

Produzir

valor para além da
iluminação

Na “Internet das Coisas (IoT - Internet of Things), o mais importante são os dados. Os dispositivos conectados são-no expressamente com a finalidade de recolher e partilhar informações acerca deles mesmos, acerca do ambiente em que são utilizados e acerca das pessoas que os usam.

Sistemas inteligentes
a iluminar o caminho

A quantidade e qualidade dos dados que passam através de uma rede de IoT determinam quão “inteligente” essa rede pode ser. Uma rede rica em dados de alta qualidade pode responder imediatamente a alterações nas operações ou no ambiente, podendo ainda antecipar as necessidades e preferências das pessoas.

Num sistema de iluminação conectada, as luminárias e outros dispositivos do sistema de iluminação fundem-se com redes informáticas para permitir a recolha, distribuição e armazenamento de grandes quantidades de dados. As organizações podem, por sua vez, analisar, minar e agregar esses dados com dados de outras fontes para obter novos conhecimentos sobre as operações do sistema e as atividades das pessoas nos espaços iluminados.

infografia de sistemas de iluminação conectada

Cinco formas pelas quais a iluminação conectada
utiliza os dados para produzir valor

1. Iluminação conectada:
Inteligência através de
informação

As luminárias conectadas foram concebidas para disponibilizar as informações acerca delas mesmas em formatos de dados normalizados ou publicados. Essas informações poderão incluir o nível de regulação, o consumo energético, o tempo que estão ligadas ou desligadas e medições de temperatura interna, que podem ter um importante efeito no desempenho e na longevidade das fontes de luz LED.

Quanto mais os gestores sabem acerca de como e quando os espaços iluminados estão a ser utilizados, mais eficientes em termos energéticos se podem tornar as suas operações de iluminação.

2. Espaços ligados:
ambientes otimizados

infografia de aplicação de iluminação conectada

As redes de sensores estão a ter um papel importantíssimo na tecnosfera hoje em dia, e por um bom motivo. Os sensores conseguem recolher dados acerca da atividade humana – o fluxo de tráfego a pé, padrões de uso, preferências; o ambiente – níveis de luz natural, temperatura, humidade, a presença de químicos ou outros perigos; e itens – a localização de artigos num armazém, padrões de tráfego.

 

Os sistemas de luz conectada são posicionados em locais exclusivos para servir de plataformas para redes de sensores. A iluminação já está instalada em todo o lado onde as pessoas vão, no interior e, pelo menos nos ambientes urbanos e residenciais, também no exterior. A energia já está disponível em todo o lado onde a iluminação está instalada. E as luminárias conectadas já têm capacidade para enviar dados “para cima” para as redes informáticas. Ao integrar sensores no sistema de iluminação, dispõe de uma grelha distribuída pronta.

3. Pessoas conectadas:
dados para experiências
personalizadas

Tal como os sistemas de iluminação conectada podem servir como plataforma para redes de sensores distribuídos, também podem ser usados para criar uma rede de posicionamento interior que funciona como um “GPS interior”, proporcionando a localização de caminhos e outros serviços que podem ter um efeito considerável na experiência do visitante em ambientes profissionais, de revenda e hotelaria.

Imagine uma grande loja de comida com posicionamento interior. Um cliente pode usar uma aplicação móvel especialmente concebida para se registar no sistema que o localiza com precisão dentro da loja. A aplicação mapeia a melhor rota dentro da loja com base na lista de compras do cliente, faz sugestões de produtos relacionados que não estejam na lista e até oferece cupões especiais em artigos selecionados.

A oferta personalizada de cupões pode também ter um profundo impacto nas lojas de revenda de artigos de luxo. Os clientes usam regularmente os smartphones para comparar preços na loja, comprando por vezes um artigo que está em exposição por menos dinheiro num concorrente. Os lojistas podem combater esta fuga de receitas oferecendo cupões no ponto de venda – um método de conversão dentro da loja comprovado.

4. Software conectado:
dados para monitorização em tempo real
e relatórios de histórico

infografia de relatórios e análise de iluminação conectada

A iluminação conectada traduz-se em comunicações bilaterais de dados. Uma das maiores vantagens que este fluxo de dados bidirecional suporta é a capacidade de monitorizar, gerir e efetuar a manutenção dos sistemas de iluminação em tempo real.

 

Nos sistemas de iluminação standard, os dados disponíveis sobre o estado atual das luminárias e outros dispositivos são poucos ou inexistentes. Muitas vezes, um administrador do sistema tem de colocar o sistema de iluminação offline para solucionar os problemas, alterar as configurações da luminária ou para apresentar novos conteúdos nas apresentações de luz.

Com o software de gestão de iluminação a ser executado na rede informática ou na nuvem, os sistemas de iluminação conectada oferecem um ambiente muito mais rico para os administradores de sistemas supervisionarem e otimizarem as operações.

Quando combinado com uma base de dados, o software de gestão de iluminação pode permitir às organizações armazenarem dados históricos sobre as operações, juntamente com qualquer transmissão de dados agregada a partir das redes de sensores e dos sistemas de posicionamento internos. É difícil ignorar o valor dos conhecimentos direcionados para os dados que podem resultar da análise e dos relatórios sobre esses dados, em especial quando combinados com dados valiosos de fontes adicionais.

5. Paisagem conectada:
dados para a nova
ecologia digital

Os sistemas de iluminação conectada podem ser integrados com outros sistemas em edifícios ou cidades, com vista a criar novas sinergias e uma maior eficiência e tornar a iluminação uma parte integrante da nova ecologia digital. Na Internet das Coisas, tal é denominado o sistema dos sistemas. Uma vez que a iluminação é responsável por uma percentagem significativa da utilização energética em todo o mundo, a capacidade de gerir os recursos luminosos, juntamente com outros recursos críticos, promete garantir a eficácia das iniciativas ecológicas e dos programas de sustentabilidade.

As organizações que pretendam alcançar o real e transformador valor da Internet das Coisas devem estabelecer parcerias com especialistas tecnológicos globais, líderes em dispositivos conectados e fornecedores de software de leasing e integradores de sistemas.

Artigos relacionados

Explorar as tendências principais e as ideias mais recentes para mudar o local de trabalho atual

FutureOffice

Saúde e bem-estar

Veja de que forma o conforto no local de trabalho pode manter as pessoas saudáveis, felizes, motivadas e produtivas.
Ler mais
Infografia saúde e bem-estar
Infografia Espaços de trabalho baseados na atividade

Interação e experiência

Veja de que forma a revolução digital mudou a forma como trabalhamos.

Ler mais

Edifícios ecológicos

Saiba mais acerca da abordagem de economia circular e do verdadeiro "significado da ecologia" no escritório dos nossos dias.
Ler mais
Infografia edifícios ecológicos